Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia

PLAMUS

Everbike

MIX Rocha


PMF: Prefeitura de Florianópolis começa a instalar novo sistema de tráfego







Data:

25/02/2016

Fonte:

Prefeitura de Florianópolis

Fonte da imagem:

Recorte digital de pmf.sc.gov.br

TAGs:

transportes, sinalização, segurança viária, semáforos, Florianópolis

Editoria:

Trânsito


Atualização: 26/02/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





O cronograma da primeira fase de implantação será definido nos próximos dias



Começou nesta terça-feira (23) a implantação do novo sistema de controle inteligente e informatizado de trânsito nas ruas da Capital. A primeira rua a receber a tecnologia foi a Desembargador Arno Hoeschl, esquina com a Beira-mar Norte. O sistema será instalado em duas fases sequenciais – uma que se encerra em 30 dias e outra, em 60 dias – nos 134 principais cruzamentos da cidade. A PMF pede ainda mais atenção dos motoristas durante o período de troca e instalação dos novos semáforos.



A Secretaria de Segurança e Gestão do Trânsito de Florianópolis definirá até o final da semana o restante do cronograma da primeira fase de instalação do sistema, que será controlado automaticamente, com prioridade de trânsito, em determinados horários e com perfeita sincronização, para as vias de maior fluxo. “É a primeira vez na história da cidade que se pensa num controle de tráfego adequado à complexidade de nosso sistema viário”, disse o prefeito Cesar Souza Junior.



Nesta primeira fase de implantação, a ser concluída em 30 dias, a principal vantagem do novo sistema será que, além de monitorado, ele pode ser corrigido a distância. Com o sistema atual, dá para acompanhar pela central de monitoramento se determinado semáforo apresenta defeito, mas a correção desse defeito só é possível in loco, o que demanda tempo e aumenta o grau de transtorno aos motoristas. Com o nova central, a maior parte das panes pode ser sanada da própria sala de controle. Também on-line, será possível alterar o tempo dos semáforos para adequá-lo a determinado evento, como a passagem de um comboio, por exemplo.



Na segunda etapa do projeto, dentro do prazo de 60 dias de implantação, os principais cruzamentos – nas avenidas Beira-mar Norte e Mauro Ramos, na Ilha, e ruas Fúlvio Aducci e Gaspar Dutra, no Continente, entre outros – ganharão contadores de veículos, que terão a finalidade de avaliar qualquer aumento de fluxo e, por conta própria, determinar o aumento do tempo de sinal verde naquele sentido da via, naquele determinado momento, para possibilitar o escoamento do tráfego.



Com seis telas de LED, a central de monitoramento, que vai operar na sede da Secretaria de Segurança e Gestão do Trânsito, não cuidará apenas do controle semafórico: será uma Central de Operações de Segurança e Gestão do Trânsito, agregando também representantes da Guarda Municipal e da Defesa Civil de Florianópolis. Com conexão com algumas câmeras de monitoramento da Polícia Militar, a Central terá capacidade de acompanhar situações de risco que exijam a interferência dos agentes municipais.



Acesse essa notícia direto da fonte