Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MObfloripa | Guia

MIX Rocha

Everbike

PLAMUS

FITZZ | e-bikes


PMSJ | Alterações no trânsito reduzem em 25% os acidentes em Campinas







Data:

01/04/2016

Fonte:

Prefeitura de São José

Fonte da imagem:

Recorte digital de saojose.sc.gov.br

TAGs:

pedestres, ciclistas, GMSJ, sinalização, estacionamento, segurança viária, São José

Editoria:

Trânsito


Atualização: 01/04/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





A implantação de sentido único nas vias reduz o número de pontos problemáticos e traz mais segurança aos pedestres



O número de acidentes de trânsito registrados em Campinas caiu 25% após as mudanças feitas nas ruas do bairro. É que o mostra o levantamento elaborado pela Guarda Municipal de São José. Desde 2013, a Prefeitura de São José, por meio da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Trânsito, está implantando sentido único nas vias para reduzir o número de pontos problemáticos e trazer maior segurança aos pedestres e ciclistas.



O levantamento da GMSJ aponta que o número de colisões e acidentes caiu de 40 para 30, no mesmo período, entre 2015 e 2016. Segundo o Manual de Sinalização Semafórica, as vias que operam em sentido duplo em um cruzamento apresentam 29 pontos problemáticos, mas esse número é reduzido para 11 quando uma das vias tem sentido único. Já onde as duas vias têm sentido único, o número de pontos problemáticos cai para seis.



A secretária de Segurança, Defesa Social e Trânsito, Andréa Pacheco, explica que uma das obrigações do Município é trabalhar para reduzir o índice de acidentes, trazendo mais segurança aos motoristas e pedestres. “Mas não podemos nos iludir com a ideia de que não acontecerão mais acidentes. Ninguém está livre de um motorista imprudente, que trafega em alta velocidade sem respeitar a sinalização, ou de motoristas embriagados que usam a direção”, pondera Andréa. 



Antes da mudança, a equipe técnica trabalhou nas alterações de sinalização horizontal e vertical das vias e refez as pinturas de algumas faixas de pedestre que estavam desgastadas e das linhas de retenções. 



Moradores de Campinas concordam com as alterações feitas pela Prefeitura de São José. A psicóloga Gabriela Maria Silva Burin, por exemplo, acredita que as alterações foram positivas e trouxeram benefícios, como mais vagas de estacionamento e segurança para a comunidade. “Toda mudança no início é complexa e causa desconforto, mas é nítido que as alterações feitas em Campinas trouxeram muito mais segurança para nós que trafegamos de carro e também andamos a pé pelo bairro”, afirma a moradora. 



Para a secretária Andréa Pacheco, a implantação de mão única traz mais coerência para o tráfego dentro do bairro. "O sentido único em uma via traz diversos benefícios para o trânsito, entre eles estão a não necessidade de fazer conversão à esquerda, evitando acidentes e filas; o aumento da capacidade da via, novas vagas de estacionamento e a redução significativa de conflitos em cruzamentos", aponta a secretária.



Mariluce de Oliveira Trajano, que também mora em Campinas, destaca que o número de colisões e acidentes diminuiu consideravelmente após as mudanças para sentido único. “Para nós moradores, a mudança foi excelente. A necessidade de ter cuidado com apenas um dos lados, o tráfego de carros e a fluidez melhorou muito. O que ainda falta é a conscientização dos motoristas, que insistem em dirigir a 100 quilômetros por hora em vias que permitem apenas 60km ou 40km. Os acidentes que ainda acontecem são por imprudência dos condutores”, destaca Mariluce.



Acesse essa notícia direto da fonte