Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MIX Rocha

Everbike

MObfloripa | Guia

PLAMUS

FITZZ | e-bikes


Agência Câmara Notícias | Frente em Defesa dos Taxistas tentará igualar condições de concorrência entre táxi e Uber







Data:

04/04/2016

Fonte:

Agência Câmara Notícias

Fonte da imagem:

Recorte digital de camara.leg.br

TAGs:

taxistas, Uber, transporte, passageiros, legislação, tarifas, aplicativo, transporte público,

Editoria:

Táxi


Atualização: 04/04/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Pontos de táxi na Praça XV durante a "Parada de Natal" em dezembro 2011



* Aplicativos facilitam procura por táxis em Santa Catarina



* Cerca de 40 táxis de Florianópolis já circulam com reajuste de tarifa



* CNT: Pesquisa inédita sobre o Perfil dos Taxistas



* PMF | Táxis: licitantes escolhem ponto





Frente Parlamentar em Defesa dos Interesses da Classe dos Taxistas foi relançada na Câmara. O grupo que já existe há dois anos será formado por 203 parlamentares sob o comandado do deputado Carlos Zarattini (PT-SP).



A prioridade é endurecer as regras para o transporte remunerado de passageiros e evitar o prejuízo dos taxistas com a entrada de novos prestadores de serviço como o Uber no mercado brasileiro, explica Zarattini:



"O Uber é um transporte totalmente ilegal, a nossa legislação de transportes não prevê que se faça transporte público sem haver autorização das prefeituras e dos governos estaduais. Portanto nós vamos reforçar essa legislação, deixando muito claro que só aqueles motoristas autorizados pelas prefeituras vão poder fazer o transporte remunerado de passageiros."



O deputado também argumenta que a atuação dos motoristas de Uber pode desregular as tarifas do transporte, com impacto negativo para os passageiros. Além disso, Zarattini defende que a qualidade do serviço oferecido pelo aplicativo não se sustenta no longo prazo, já que a falta de regras pode acabar no futuro com o diferencial de conforto e bom atendimento oferecidos pelos motoristas do Uber.



Já para o deputado Julio Lopes (PP-RJ), é preciso igualar as condições de concorrência entre taxistas e motoristas do Uber:



"O que a gente precisa fazer é que os taxistas que pagam taxas e têm onerosos custos de operação por parte dos municípios tenham alguma vantagem competitiva para que, em igualdade de competição, possam concorrer com outros aplicativos e com o Uber. O que existe hoje é que esse serviço do Uber, como ele é novo e não tem encargos, ele compete com muito mais facilidade, com custo mais barato e é, portanto, muito mais atrativo.”



Para fazer frente à atratividade do Uber, a Frente de Defesa dos Taxistas vai sugerir formas de melhorar a capacitação desses profissionais, além de normas que protejam o sistema de táxis.



Reportagem - Emanuelle Brasil



Acesse essa notícia direto da fonte