Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

PLAMUS

MIX Rocha

MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes


Jornal HORA | Blumenauense pode opinar sobre licitação do transporte público pela internet ou em formulários nos terminais







Data:

04/04/2016

Fonte:

Jornal HORA

Fonte da imagem:

Recorte digital de horadesantacatarina.clicrbs.com.br

TAGs:

transporte público, ônibus, passageiros, Blumenau

Editoria:

Transporte Coletivo


Atualização: 04/04/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Linhas de Canasvieiras recebem alterações em outubro



* Circulação de ônibus deve operar com frota mínima em caso de greve



* Paralisação no transporte coletivo de Florianópolis deve ser comunicada pelo menos 72 horas antes



* Nova linha executiva para o Campeche



* Projeto de Lei cria o vale-transporte social





Desta segunda até dia 17 de abril usuários deve fazer críticas e dar sugestões



Depois de um histórico recente crítico, marcado por greves constantes de funcionários, rompimento de contrato com o Consórcio Siga e contratação de um sistema emergencial, Blumenau dá mais um passo para a implantação de um novo modelo de transporte coletivo urbano. Após audiência pública que discutiu o tema em março, a partir desta segunda-feira usuários poderão contribuir com sugestões através de formulários já disponíveis nos seis terminais do município e pela internet, no site do Seterb, para a construção coletiva do edital de licitação. 



A participação da população, que segue até dia 17 de abril, das 7h às 22h, é de extrema importância, ressalta o coordenador da Comissão de Mobilidade Urbana da OAB Blumenau, Christian Marlon Panini Carvalho:



– É importante, nesta oportunidade, aproveitar para discutir um projeto de futuro, algo que deve ser propositivo, algo para olhar pra frente. Os problemas que a gente viveu e vive precisam ser resolvidos, claro, mas não é o tema desta participação. A coleta precisa olhar o sistema daqui a 20 anos. Se as propostas vierem neste sentido, elas podem ser muito frutíferas.



Segundo o presidente do Seterb, Carlos Lange, as contribuições e anseios dos usuários serão contemplados no novo edital, que será lançado após a coleta de sugestões e análise técnica:



– Eles vão participar deste processo e aquilo que for realmente interessante e relevante, e que não estava previsto, poderá ser aproveitado. Por esta razão, reforçamos a participação do pessoal neste meio de manifestação – reforça, sobre a importância da participação pública.





Acesse essa notícia direto da fonte