Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
FITZZ | e-bikes

PLAMUS

MIX Rocha

Everbike

MObfloripa | Guia


Governo do Estado lança Pacto Metropolitano para implantação do Plano de Mobilidade da Grande Florianópolis







Data:

18/04/2016

Fonte:

Governo de Santa Catarina

Fonte da imagem:

Recorte digital de sc.gov.br

TAGs:

trânsito, Pacto Metropolitano, Plamus, Suderf, transportes, Florianópolis

Editoria:

Mobilidade Urbana


Atualização: 18/04/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Equipe do Mobfloripa no debate sobre mobilidade urbana em Florianópolis



* Mobilidade urbana na Capital - Veja como foi o Painel RBS



* Mobilidade urbana, afinal que trem é esse?



* Mobilidade ativa pode ser opção para alto número de carros circulando em Florianópolis.



* Florianópolis sediará em março o 1º Fórum das Américas sobre Mobilidade nas Cidades.





Nesta segunda-feira, 18, será lançado o Pacto Metropolitano para implantação do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus). O ato a ser realizado no Cinema do CIC, em Florianópolis, a partir das 14h30, contará com a presença do vice-governador Eduardo Pinho Moreira; do secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores; do superintendente da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, Cássio Taniguchi; e de representantes das nove prefeituras que assinam o pacto.



Cássio Taniguchi explica que a iniciativa vai unir todos os envolvidos para a implantação das medidas práticas sugeridas pelo Plamus. O plano foi desenvolvido pelo Governo do Estado em conjunto com os municípios, com apoio técnico e financeiro do BNDES. Foram dois anos de estudos, levantamentos, análises e proposições que resultaram em um trabalho pioneiro no Brasil.



Entre as sugestões de médio prazo, a implantação do sistema BRT (Bus Rapid Transit) ganhou destaque dentro da proposta de incentivar o transporte coletivo na região. Também foram sugeridas medidas de curto prazo para melhorar o tráfego entre a Ilha e o Continente, como licitação de serviço de guincho e integração dos órgãos de gestão de trânsito nos níveis federal, estadual e municipal para dar respostas rápidas a incidentes na região metropolitana. Outra medida é melhorar a sinalização e eliminar os entrelaçamentos nas pontes. Já na Via Expressa, as sugestões de curto prazo são implantação de terceiras faixas, melhorias na geometria dos acessos e integração da operação com as pontes.



A Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana (Suderf) será a gestora do Pacto Metropolitano. Nesta segunda, assinam convênio aderindo ao pacto as prefeituras de Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Florianópolis, Governador Celso Ramos, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, São José e São Pedro de Alcântara.



"Esse acordo é um reconhecimento dos municípios de que algumas ações que poderiam ser executadas individualmente serão feitas de forma coletiva pela Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana. Assim, questões como mobilidade, saneamento e resíduos sólidos que afetam todos os nove municípios da Grande Florianópolis terão soluções integradas", comenta o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores.



O convênio vigorará por tempo indeterminado. E no futuro também poderão fazer parte os municípios de Alfredo Wagner, Angelina, Anitápolis, Canelinha, Garopaba, Leoberto Leal, Major Gercino, Nova Trento, Paulo Lopes, Rancho Queimado, São Bonifácio, São João Batista e Tijucas, enquanto integrantes da área de expansão da região metropolitana.



Informações para a imprensa:

Alexandre Lenzi

Assessoria de Imprensa Secom

E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br

Telefone: (48) 3665-3008/8843-4350



Rosália Dors Pessato

Assessoria Secretaria de Estado do Planejamento

E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br

Telefone: (48) 3665-3319/9186-9740



Acesse essa notícia direto da fonte