Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes

Everbike

PLAMUS

MIX Rocha


IN | Brasil pode economizar R$ 30,4 bilhões por ano com transportes limpos







Data:

22/04/2016

Fonte:

IN Investimentos e Notícias

Fonte da imagem:

Recorte digital de investimentosenoticias.com.br

TAGs:

estudo, petróleo, tecnologias, veículos, transportes

Editoria:

Sustentabilidade


Atualização: 22/04/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* COP 15 - Copenhagen vai disponibilizar bicicletas gratuitas para as delegações.



* SUSTENTABILIDADE: Impulse, o avião a energia solar, cruza a Suíça



* Sustentabilidade: Uma bicicleta que filtra água!



* Internacional: Oito lições estrangeiras para amadurecer o uso de veículos verdes



* Faltam 2 meses para a Hora do Planeta 2011





Um novo estudo lançado na quarta-feira (20) - o relatório Oil Market Futures - mostra que políticas para promover a mobilidade de baixo carbono reduziriam os preços globais do petróleo e poderiam, assim, cortar em R$ 1,166 trilhões (US$ 330 bilhões) por ano os gastos globais com petróleo entre 2020 e 2030. O aproveitamento de tecnologias como veículos híbridos e elétricos também ajudaria a manter os preços do petróleo significativamente mais baixos - em 15% em 2020 e 29% em 2040 - em relação a cenários business as usual. Os preços mais baixos do petróleo, por sua vez, liberariam bilhões em países importadores, como o Brasil, que poderiam ser investidos em outro setores da economia. Estas são algumas das conclusões desta abordagem inovadora feita por analistas econômicos da Cambridge Econometrics e outros especialistas.



A redução projetada na demanda por petróleo no Brasil cortaria a conta em R$ 30,4 bilhões por ano até 2030. Se políticas semelhantes foram implementadas globalmente, o Brasil se beneficiaria de uma poupança adicional de R$ 15,2 bilhões por ano em 2030 por conta dos preços mais baixos do petróleo.



A análise também demonstrou que a era do petróleo ultra-barato terminará. Sem as medidas necessárias para enfrentar as mudanças climáticas, o preço do petróleo pode subir até US$ 130 por barril em 2050. Mas se tais políticas forem implementadas para impulsionar o investimento em tecnologias de transporte de baixo carbono, reduzindo assim a demanda por petróleo, esse aumento de preço poderia ser limitado a US$ 83 - US$ 87 por barril em 2050.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...