Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
PLAMUS

MIX Rocha

FITZZ | e-bikes

Everbike

MObfloripa | Guia


PMF | Taniguchi dirige Conselho do Pacto Metropolitano







Data:

28/04/2016

Fonte:

Prefeitura de Florianópolis

Fonte da imagem:

Recorte digital de pmf.sc.gov.br

TAGs:

transporte coletivo, transporte público, mobilidade urbana, políticas públicas, Suderf

Editoria:

Desenvolvimento Urbano


Atualização: 28/04/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* OPINIÃO | Ponta do coral: por uma abordagem mais realista e menos ideológica



* Comunidade da Bacia do Itacorubi faz reunião com membro do IPUF para discutir mobilidade urbana em Florianópolis



* Banco Central amplia financiamento para obras de saneamento e mobilidade urbana



* Rio+20: Cidades terão metas para cortar poluição



* Implantação do metrô de superfície é uma das prioridades propostas para orçamento 2013 de SC





Com a eleição por aclamação do engenheiro Cassio Taniguchi como presidente, foi instalado na tarde desta terça-feira (26) o Conselho Consultivo Municipal de Apoio ao Programa ‘Pacto Metropolitano’, com a finalidade de auxiliar no desenvolvimento e acompanhamento de políticas públicas relacionadas à mobilidade urbana no município de Florianópolis. Taniguchi, que é superintendente de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, órgão do Governo do Estado, vai coordenar os trabalhos de todas as secretarias municipais ligadas à mobilidade urbana e já avisou que o critério é priorizar o transporte coletivo. 



“O automóvel tem o péssimo costume de ocupar espaços”, segundo ele, e por isso ampliar o sistema viário só vai criar mais espaço para ser ocupado pelo automóvel. Ele convidou os demais membros do Conselho a uma reunião inicial “para criar sinergia, para que todos trabalhemos de forma harmônica, no mesmo sentido” e disse querer apresentar alguns resultados, com alguns programas de ação imediata, em cem dias, “para que a população sinta que está melhorando”.



“Em termos de mobilidade urbana, a população já passou da fase da revolta, já passou da fase da raiva, já passou da fase de exasperação, e agora está na fase da descrença”, avaliou o prefeito. Por isso, a importância do Conselho, “que vai contar com a visão prática da administração pública de Cássio Taniguchi”, na busca por uma solução. “Já avançamos em saúde, já avançamos na educação, agora vamos avançar em mobilidade.”



“Não é um Conselho honorífico, porque ninguém vai receber nada por isso, e não é um trabalho para fazer de conta. É um trabalho para ser feito todos os dias. Cássio Taniguchi está aqui para se doar pela cidade e eu espero que todos nós nos doemos também”, completou Cesar Souza Junior.



O Conselho



Criado pelo decreto 16.025, de 15 de abril de 2016, o Conselho terá como atribuições acompanhar a elaboração, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de políticas públicas no âmbito do município de Florianópolis, emitir pareceres técnicos, quando requisitados, promover a integração do Governo Municipal com os demais órgãos federativos e com as entidades representativas, propor ações voltadas à melhoria da mobilidade urbana de Florianópolis e região, instituir e manter canais de comunicação entre os componentes do referido Conselho, propor ações voltadas à capitalização de recursos e promover diretrizes e ações para compatibilizar, integrar e otimizar as atividades desenvolvidas pelo Conselho.



Além do representante do governo estadual (Taniguchi), compõem o Conselho um representante do Poder Executivo Municipal (indicado pelo Prefeito), um representante da Secretaria Municipal de Obras, um representante da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, um representante da Secretaria Municipal de Segurança e Gestão do Trânsito, um representante da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (SMDU, um representante da Secretaria Municipal da Fazenda, Planejamento e Orçamento, um representante do Instituto do Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e um representante da Secretaria Municipal do Continente.



Os integrantes do Conselho – cada um deles tem suplente – terão mandato de dois anos, sem remuneração a qualquer título. O presidente tem mandato de um ano. A posse aconteceu no gabinete do prefeito Cesar Souza Junior.



Acesse essa notícia direto da fonte...