Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

MObfloripa | Guia

PLAMUS

FITZZ | e-bikes

MIX Rocha


Seminários de Transporte Coletivo Metropolitano e Segurança no Trânsito movimentam mês de maio







Data:

10/05/2016

Fonte:

Reprodução

Fonte da imagem:

Divulgação

TAGs:

mobilidade urbana, pedestres, carros, ciclistas, segurança viária, Florianópolis

Editoria:

Trânsito


Atualização: 12/05/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





Seminário de Segurança no Trânsito, lançamento do Observatório da Mobilidade Urbana e Seminário NeoTrans são oportunidades importantes de atividades participativas na Capital



A responsabilidade pela segurança viária deve ser partilhada entre os planejadores/gestores do sistema viário e os seus usuários, o que é contrário à cultura corrente, onde se culpabiliza apenas um destes. Assim, não há como reduzir a mortalidade no trânsito sem uma articulação de diversos atores governamentais, empresariais e da sociedade civil.



A cidade de Florianópolis passa por um momento importante no que se refere à mobilidade urbana, contando com dados, informações, projetos e previsões de recursos que auxiliam o planejamento eficaz da mobilidade da região. Está  em pauta os processos que compreendem desde a concepção e projeto à gestão e operação das redes urbanas de infraestruturas e suas interações com o projeto urbano das cidades e as conexões entre os diversos sistemas.



O modelo de desenvolvimento urbano preconizado por políticas públicas indica  uma cidade voltada às pessoas pensada em um contexto metropolitano, com transporte coletivo de qualidade e prioridade a pedestres e calçadas, com condições de conforto e segurança e valorização dos espaços públicos, trazendo convívio social, vitalidade e segurança.



Nesse contexto a  Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) em parceria com a Rede Vida no Trânsito e em referência ao Movimento Maio Amarelo promovem o “Seminário de Mobilidade Urbana e Segurança no Trânsito: uma visão integral”. O evento objetiva reunir instituições públicas e sociedade civil para ampliar o conhecimento sobre mobilidade urbana e segurança no trânsito no município assim como discutir estratégias que permitam tratar este tema de forma integral e intersetorial.



O evento alude ao Movimento Maio Amarelo criado para conscientizar a sociedade da importância de um comportamento seguro no trânsito assim como coordenar ações entre o Poder Público e a Sociedade Civil sobre segurança viária, discutir o tema, estimular o engajamento de todos em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas. O Movimento Maio Amarelo  chama a atenção para o alto número de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo e acredita que evidenciar as ações na mídia, envolver a sociedade e realizar ações nas comunidades são importantes passos para a preservação de vidas no trânsito. Desta forma, a integração de todos no Movimento Maio Amarelo   contribui para o alcance dos objetivos e compartilha responsabilidades para promover uma mobilidade urbana mais segura.



Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC será lançado oficialmente durante Seminário NeoTrans



No dia 16 de maio, será o lançamento oficial do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. Durante o evento, estarão presentes representantes das prefeituras da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (RMF) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), além de membros da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF), do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e da Federação das Associações de Moradores de Santa Catarina (FAMESC).



“O Observatório nasceu para contribuir com políticas públicas na área de mobilidade urbana, através da promoção de estudos, pesquisas, debates e da elaboração de projetos sobre o tema. Nosso objetivo é promover melhores práticas em mobilidade urbana ao interagirmos com a sociedade civil, gestores públicos nos três níveis de governo, institutos e grupos de pesquisa, e organizações não governamentais”, afirma Werner Kraus, professor do Departamento de Automação e Sistemas [DAS-UFSC] e coordenador do Observatório.



O lançamento será seguido do Seminário NeoTrans, com programação que inclui apresentações e debate sobre Transporte Aquaviário. As atividades se estendem durante o dia seguinte com oficinas de trabalho sobre a nova rede de transporte público coletivo, sua gestão e remuneração. As propostas do NeoTrans serão formuladas a partir das diretrizes gerais recomendadas pelo PLAMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis.



O NeoTrans é um projeto criado para elaborar uma nova estrutura de transporte coletivo para a RMF, além de projetar corredores exclusivos para BRT (Bus Rapid Transit). “O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a SUDERF e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano”, complementa Werner Kraus.



Inscrições gratuitas: https://goo.gl/bKDkD8



Confira a programação do evento clicando aqui.