Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

FITZZ | e-bikes

MIX Rocha

PLAMUS

MObfloripa | Guia


PMF | Rio Vermelho pede melhor infraestrutura urbana







Data:

02/06/2016

Fonte:

Prefeitura de Florianópolis

Fonte da imagem:

Recorte digital de pmf.sc.gov.br

TAGs:

mobilidade urbana, trânsito, transporte coletivo, Rio Vermelho, Florianópolis

Editoria:

Infraestrutura


Atualização: 02/06/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Infraestrutura do Brasil precisa de R$ 200 bilhões até 2020, diz especialista



* Ministro da Fazenda Mantega anuncia novo modelo de concessão de rodovias para atrair investimentos



* Três licitações para construção de ferrovias em SC serão realizadas até o final do ano



* Chegada de fábrica da BMW faz Ministro do Desenvolvimento ver "perspectiva de novo polo automobilístico em SC"



* Santa Catarina vai investir R$ 2,8 bilhões em infraestrutura, diz secretário





Comunidade requer atenção para o transporte público e para a oferta de serviços e ligações entre as servidões



A região do Rio Vermelho, o quarto distrito a receber as audiências públicas para o debate do Plano Diretor da Capital, promovido pelo Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), quer deixar de ser apenas uma passagem para turistas entre a Lagoa da Conceição e os Ingleses. Defende melhorias na infraestrutura urbana da comunidade, para que ela possa atender melhor os seus moradores e aproveitar seus atrativos turísticos e ambientais, desenvolvendo-se social e economicamente.



As proposições foram apresentadas pela representante distrital eleita, Estela Davi, que chamou a atenção dos mais de 120 participantes para os problemas de mobilidade no bairro. “As servidões historicamente não possuem ligação e as ruas estreitas não permitem de forma adequada o ir e vir dos veículos”, disse.



O documento de reivindicações do distrito para o Plano Diretor pede intervenções urgentes na questão do transporte coletivo, com a implantação, por exemplo, de um VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos), que permita aos moradores se deslocarem para os seus locais de trabalho com mais facilidade, e até mesmo de teleféricos, que serviriam de alternativa para o transporte da população de mais de 40 mil habitantes sem grandes intervenções no meio ambiente.



O distrito solicitou a adoção de um planejamento de longo prazo para as vias urbanas, contemplando também a oferta de ciclovias e de recuos para o transporte coletivo, em caso de não ser construída nenhuma outra rodovia para atender à região. Também defendeu a proteção do patrimônio ambiental e o restauro do patrimônio arquitetônico açoriano, que ainda resiste na região.



Para incentivar o debate, a superintendente do IPUF, Vanessa Pereira, apresentou os estudos e informações que serviram de ponto de partida para a construção da proposta do Plano Diretor, apresentada aos vereadores em 2013. O trabalho detalhou os efeitos da ocupação irregular do solo na região e os problemas com a falta de equipamentos públicos e infraestrutura viária, além das potencialidades da região.



Como proposta do Município para a região, foi apresentada a necessidade de interferência e melhoria da malha viária, a melhoria das centralidades (oferta de comércio e serviços públicos e privados), a preservação do meio ambiente e a reorganização e regularização da estrutura urbana.



A próxima audiência pública será realizada no Distrito de Cachoeira do Bom Jesus, que abrange Cachoeira do Bom Jesus, Lagoinha, Ponta das Canas, Praia Brava, Vargem do Bom Jesus e Vargem Grande



Data: 07 de junho de 2016

Local: EEV Intendente Aricomedes da Silva – Rodovia Leonel Pereira, 930 – Cachoeira do Bom Jesus

Horário: Das 19h às 22h. 



Acesse essa notícia direto da fonte...