Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
PLAMUS

MIX Rocha

FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia

Everbike


Maxpress | Sempre houve endeusamento do modo individual de transporte, diz ex-prefeito de Curitiba em palestra na ACSP







Data:

23/06/2016

Fonte:

Maxpress

Fonte da imagem:

Recorte digital de maxpressnet.com.br

TAGs:

SUDERF, trânsito, transportes

Editoria:

Mobilidade Urbana


Atualização: 23/06/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Equipe do Mobfloripa no debate sobre mobilidade urbana em Florianópolis



* Mobilidade urbana na Capital - Veja como foi o Painel RBS



* Mobilidade urbana, afinal que trem é esse?



* Mobilidade ativa pode ser opção para alto número de carros circulando em Florianópolis.



* Florianópolis sediará em março o 1º Fórum das Américas sobre Mobilidade nas Cidades.





Cássio Taniguchi, que hoje é superintendente de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Florianópolis, falou sobre mobilidade urbana ontem na Associação Comercial de São Paulo



O ex-prefeito de Curitiba, Cássio Taniguchi, afirmou nessa segunda-feira (20/6), em reunião do Conselho Político e Social (COPS) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que sempre houve um endeusamento dos modos individuais de transportes, o que tem levado a questão da poluição e do trânsito para níveis elevados, sem contar os impactos indiretos. "Essa constatação é que nos leva a considerar a necessidade de dar total prioridade ao transporte público".



Essa preocupação é ainda mais urgente, disse o ex-prefeito de Curitiba, se for considerado o fato de que a população urbana ocupa apenas 2% da superfície terrestre, consome 75% da energia mundial e emite 80% dos gases do efeito estufa. "E grande parte do problema de emissões vem dos sistemas de transportes, sobretudo os individuais", ressaltou.



Taniguchi falou sobre a experiência curitibana, considerada a mais bem-sucedida do País, e também apresentou tendências que têm surgido no âmbito da mobilidade urbana em todo o mundo. "Esse é um tema que está em moda: como transportar pessoas nas grandes cidades", observou, destacando que, no Brasil, as pessoas gastam em média de duas a quatro horas no deslocamento da casa para o trabalho. "As pessoas normalmente vivem longe de seus locais de trabalho", observou ele.



Entre os fatores que aperfeiçoam um sistema de transporte público - sobretudo os ônibus - estão a adoção de pistas exclusivas, a permissão de ultrapassagens, bilheterias fora dos veículos e plataformas no mesmo nível dos ônibus. "Hoje, os sistemas sobre pneus transportam desde 5 mil até 40 mil passageiros/hora/sentido, que foi o máximo conseguido pelo sistema de Bogotá", observou Taniguchi, realçando, porém, que o modelo da capital colombiana já está saturado. "Quando o sistema de transporte público é confortável e adequado, a população passa a utilizar".



Dados apresentados por Taniguchi informam que 51% da população mundial estão localizadas em cidades, o que gera desafios ao poder público nas áreas de habitação, saúde, infraestrutura e, claro, mobilidade urbana. "Por isso temos cada vez mais a necessidade de trabalharmos em cima das cidades", afirmou.



"Esse é um assunto que interessa a todo cidadão. Houve uma modificação real e importante naquela cidade (Curitiba), cujo exemplo serve de base para minorar o problema de mobilidade urbana", comentou o ex-senador Jorge Konder Bornhausen, coordenador do COPS.



Mais informações:

Renato Santana de Jesus

Assessoria de Imprensa

rjesus@acsp.com.br

(11) 3180-3220 / (11) 97497-0287



http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,847047,Sempre_houve_endeusamento_do_modo_individual_de_transporte_diz_ex-prefeito_de_Curitiba_em_palestra_na_ACSP,847047,8.htm