Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes

MIX Rocha

PLAMUS


ND Online | Câmara Municipal de Florianópolis aprova PL que autoriza empréstimo de quase R$ 500 mi com BID







Data:

05/07/2016

Fonte:

ND Online

Fonte da imagem:

Recorte digital de ndonline.com.br

TAGs:

Florianópolis, projeto, infraestrutura viária, BID, calçadas, pedestres, sistema cicloviário

Editoria:

Mobilidade Urbana


Atualização: 06/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Equipe do Mobfloripa no debate sobre mobilidade urbana em Florianópolis



* Mobilidade urbana na Capital - Veja como foi o Painel RBS



* Mobilidade urbana, afinal que trem é esse?



* Mobilidade ativa pode ser opção para alto número de carros circulando em Florianópolis.



* Florianópolis sediará em março o 1º Fórum das Américas sobre Mobilidade nas Cidades.





A Câmara Municipal de Florianópolis aprovou, nesta segunda-feira (4), o Projeto de Lei nº 16.593/2016, que autoriza o Poder Executivo a contratar empréstimo financeiro com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), com intuito de viabilizar um financiamento parcial do Programa de Infraestrutura Viária de Florianópolis, denominado BID Florianópolis Mobilidade Sustentável.



O valor do empréstimo é de US$ 145.500.000,00 (cento e quarenta e cinco milhões e quinhentos mil dólares norte-americanos), o equivalente a R$ 469.965.000,00. De acordo com o projeto, o dinheiro será usado para programa voltados à mobilidade urbana, saneamento básico e modernização da gestão municipal e governança. A contrapartida da Prefeitura é, no mínimo, igual ao valor do financiamento.



Para as ações direcionadas à melhoria da mobilidade urbana de Florianópolis estão previstos 45% do montante do financiamento. Esse valor deverá ser utilizado, entre outros, para execução de um amplo programa de requalificação de vias e avenidas, desenvolvimento institucional para a Mobilidade Urbana e Território, revitalização e melhoria do acesso à Lagoa da Conceição e travessia do canal, desenvolvimento e implementação de um programa de melhorias de calçadas, passeios e transposições para pedestres e arborização de vias, desenvolvimento e implementação de um programa de melhoria da infraestrutura para a circulação não motorizada ou de baixa motorização, como por exemplo, um sistema cicloviário, entre outros.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...