Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MIX Rocha

MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes

PLAMUS

Everbike


The City Fix Brasil | Como o comportamento das pessoas afeta o tempo perdido no transporte coletivo







Data:

07/07/2016

Fonte:

The City Fix Brasil

Fonte da imagem:

Recorte digital de thecityfixbrasil.com

TAGs:

ônibus, metrô, transporte coletivo, passageiros

Editoria:

Transportes


Atualização: 07/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Maciço do Morro da Cruz poderá receber Transporte Funicular



* Estudante da UFRGS cria site com rotas de ônibus de Porto Alegre



* Ministério dos Transportes e DNIT preparados para emergências no período das chuvas



* Florianópolis deve facilitar o acesso às informações sobre o transporte público



* Futuro da mobilidade paulista passa por trilhos





Aquele clássico pedido de “um passinho a frente, por favor”, que tantas vezes vem do cobrador do ônibus, pode realmente fazer a diferença no dia a dia de quem usa o transporte coletivo. Assim como medidas públicas devem ser tomadas para melhorar os serviços para as pessoas, os próprios usuários também precisam pensar em seu comportamento na hora de compartilhar o espaço.



Em Londres, por exemplo, algumas tradições começaram a ser revistas. Com sobrecarga de usuários no metrô, cujo número de passageiros aumenta 4% ao ano, é comum ver estações lotadas. É o caso da estação de Holborn, que recebe 56 milhões de passageiros por ano e que tem escadas rolantes de 23,4 metros.



É lá que está sendo feito um estudo para incentivar as pessoas a utilizarem os degraus das escadas rolantes lado a lado nos horários de pico. Assim, todo o espaço seria preenchido, questionando a tradição de deixar o lado esquerdo livre para quem quiser passar, o que causaria filas e obstruções no fluxo de passageiros.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...