Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MIX Rocha

Everbike

FITZZ | e-bikes

PLAMUS

MObfloripa | Guia


The City Fix Brasil | Referendo em Berlim: o plano para turbinar o uso da bicicleta em menos de uma década







Data:

08/07/2016

Fonte:

The City Fix Brasil

Fonte da imagem:

Recorte digital de thecityfixbrasil.com

TAGs:

trânsito, Berlim, mobilidade sustentável, transportes, infraestrutura

Editoria:

Bicicletas


Atualização: 08/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Magrelas, gratuitas e eficientes em Brasília



* Bicicletas podem garantir mais segurança no trânsito em Florianópolis



* O futuro do transporte está nas bicicletas?



* Novas "highways" para bicicletas fazem sucesso em Londres



* Bicicleta: o meio de transporte do futuro





Berlim é uma cidade fora de série em muitos sentidos. Sua história de 800 anos inclui espetaculares edifícios neoclássicos do Reino da Prússia e da República de Weimar, os restos da Topografia do Terror (do nazista Terceiro Reich e sua “solução final”), pedaços do muro que dividiu o Oriente “Democrático” e o Ocidente “Federal” entre 1961 e 1989, novas construções da Alemanha reunificada, como a impressionante Estação Central de trem ou a cúpula do Reischatag e o edifício Paul Löbe do Parlamento Federal. Berlim é a capital da Alemanha e a cidade mais populosa e de maior área do país: 3,7 milhões de habitantes em 892 quilômetros quadrados.



Seu sistema de mobilidade é mais sustentável que a média alemã, com menos carros, mais transporte público, mais viagens a pé, e porcentagem similar de viagens de bicicleta. O índice de propriedade de carros pode ser considerado baixo para uma cidade desenvolvida: 327 carros para cada mil habitantes, frente a 786 carros a cada mil habitantes dos Estados Unidos.



No entanto, grupos de ativistas locais vêem com preocupação a atual trajetória da cidade e promovem um plano para levar a participação da bicicleta a 20% em um período de oito anos. Para isso, propuseram um referendo cidadão com dez objetivos:



– Ruas mais seguras para o uso da bicicleta por todos, incluindo crianças e idosos

– Infraestrutura segura para bicicletas em todas as principais avenidas

– Intersecções mais seguras

– Mais bicicletários seguros

– Dar à bicicleta a preferência de sinais semafóricos verdes

– Ciclovias rápidas para viagens a trabalho e estudo

– Controle do tráfego para torná-lo mais seguro e consciente

– Mais representantes dos usuários de bicicleta em conselhos

– Preparar Berlim para o incremento do uso da bicicleta



Continue lendo esta notícia direto da fonte...