Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
PLAMUS

Everbike

FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia

MIX Rocha


Vá de Bike | Chave Quinze: duas mulheres mudando a cara da mecânica de bicicletas



Ideia do Chave Quinze nasceu em 2011, amadureceu e foi concretizada em 2015.




Data:

11/07/2016

Fonte:

Vá de Bike

Fonte da imagem:

Recorte digital de vadebike.org

TAGs:

oficina, mecânica, bike, ciclismo

Editoria:

Bicicletas


Atualização: 11/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Magrelas, gratuitas e eficientes em Brasília



* Bicicletas podem garantir mais segurança no trânsito em Florianópolis



* O futuro do transporte está nas bicicletas?



* Novas "highways" para bicicletas fazem sucesso em Londres



* Bicicleta: o meio de transporte do futuro





Pedir ajuda para um amigo ou namorado, só se for por opção e não por falta dela: o Chave Quinze quer dar mais representatividade a mulheres na mecânica e mostrar que o assunto não tem gênero.



Lugar de mulher é onde ela quiser – inclusive na oficina, nos tutoriais de mecânica de bike, em provas de ciclismo de estrada e MTB, em cicloviagens. O Chave Quinze é um projeto que nasceu para ocupar um desses espaços, o dos tutoriais. “A ideia de criar um canal com vídeos desse tipo nasceu entre 2011 e 2012, mas foi concretizada apenas em 2015. Nesse meio-tempo, surgiram ótimos canais sobre o assunto, mas ainda não encontrávamos tutoriais brasileiros apresentados por mulheres, o que acreditamos ser uma lacuna a preencher”, conta Gabriela Kato, editora do canal, junto com Talita Noguchi, que apresenta os tutoriais e conduz as entrevistas.



No Chave Quinze, a mecânica de bike é explicada em vídeos com linguagem simples e acessível, mas a gama de assuntos se expandiu para entrevistas com mulheres que estão fazendo girar coisas interessantes no universo da bike. “Mostrávamos os consertos e manutenções mais básicas e úteis para o dia-a-dia, além de dúvidas e sugestões do público. As entrevistas vieram com a vontade que a Talita tinha de colocar em evidência o trabalho de mulheres no mundo da bike que possam trazer inspiração a outras”. Algumas das entrevistadas que já passaram por lá são a campeã de MTB Viviane Favery e Beatriz Folly, que foi a terceira mulher a terminar de bicicleta fixa a prova de longa distância Paris-Brest-Paris, de 1.200km.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...