Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
PLAMUS

Everbike

MIX Rocha

FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia


Revista Bicicleta | Iniciativa em Porto Alegre cria sistema de bikes compartilhadas de pessoas para pessoas



Quem quer ser um weBiker e disponibilizar sua bicicleta terá acesso ilimitado a todas as outras bikes e a manutenção constante da sua.




Data:

18/07/2016

Fonte:

Revista Bicicleta

Fonte da imagem:

Recorte digital de revistabicicleta.com.br

TAGs:

weBike, mobilidade, Porto Alegre, transporte, compartilhamento

Editoria:

Bicicletas


Atualização: 18/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Magrelas, gratuitas e eficientes em Brasília



* Bicicletas podem garantir mais segurança no trânsito em Florianópolis



* O futuro do transporte está nas bicicletas?



* Novas "highways" para bicicletas fazem sucesso em Londres



* Bicicleta: o meio de transporte do futuro





O weBike surgiu no primeiro Desafio Empreendedor UFRGS, programa que estimula os alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul a empreender



A vontade de contribuir para uma melhor mobilidade em Porto Alegre e a certeza de que o melhor caminho para isso seria a sustentabilidade foi o que motivou um grupo de jovens a criar um novo sistema de bicicletas compartilhadas na cidade. Uma conversa durante um churrasco foi o que bastou para surgir a ideia: “O verdadeiro bike-sharing, de pessoas para pessoas”.



O weBike surgiu no primeiro Desafio Empreendedor UFRGS, programa que estimula os alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul a empreender. “Nossa equipe se uniu por um propósito: sustentabilidade. Fomos em busca de diversos problemas que víamos na sociedade para que conseguíssemos solucionar algum deles”, conta Lorenço Boettcher, um dos idealizadores. O Desafio é organizado pela Pulsar, um hub de cultura empreendedora que desenvolve negócios disruptivos. O programa é realizado por facilitadores e mentores de diversas áreas do mercado e oferece workshops para os alunos viverem experiências que simulam desafios reais do dia a dia de empreendedores.



Fortalecer a conexão das pessoas entre si e com a cidade é o que norteia o grupo, formado por estudantes de 20 e 21 anos. “Nos demos conta da dificuldade que tínhamos de nos locomover na cidade e, principalmente, da dependência que temos dos carros”, explica Lorenço. A proposta é simples: quem tem uma bicicleta parada pode emprestá-la para quem precisa. Quem não tem bike e gostaria de ter a possibilidade de pedalar, pede uma emprestada. O weBike entra com a tecnologia necessária para que esse fluxo aconteça da maneira mais fácil e segura possível.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...