Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

MObfloripa | Guia

PLAMUS

MIX Rocha

FITZZ | e-bikes


Portal EcoD | Híbrido entre carro e bicicleta, conceito Schaeffer pode ser alternativa de locomoção no futuro



Os criadores afirmam que o plano é construir de 30 a 40 unidades até 2017.




Data:

18/07/2016

Fonte:

Portal EcoD

Fonte da imagem:

Recorte digital de ecodesenvolvimento.org

TAGs:

bicicleta, carro elétrico, trânsito

Editoria:

Transportes


Atualização: 18/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Maciço do Morro da Cruz poderá receber Transporte Funicular



* Estudante da UFRGS cria site com rotas de ônibus de Porto Alegre



* Ministério dos Transportes e DNIT preparados para emergências no período das chuvas



* Florianópolis deve facilitar o acesso às informações sobre o transporte público



* Futuro da mobilidade paulista passa por trilhos





A produção de carros elétricos, que parecia coisa de cinema na década de 90, já é uma realidade... E a tendência é o crescimento. Mas antes que o mercado desse tipo de carro cresça e os veículos fiquem mais baratos e populares, é importante pensar numa questão: será que os carros elétricos são mesmo necessários nas cidades?



Mesmo quem mora em grandes metrópoles dificilmente deve usar o carro para se locomover por mais de 70 quilômetros por dia. Então não seria mais fácil usar outro tipo de transporte que não o carro que pesa algumas toneladas e é tão caro e cheio de apetrechos? Claro, não é todo mundo que quer andar de bike, caminhar ou enfrentar transporte público lotado. Mesmo assim, já estão surgindo alternativas que tentam mesclar bikes, skates e patinetes com algum grau de motorização (geralmente elétrica) para ajudar na subida de ladeiras - o que torna esses meios de transportes alternativos mais eficazes como opções para locomoção ao trabalho, por exemplo.



A última novidade é o Schaeffler Bio-Hybrid. Trata-se de um veículo movido a pedaladas, que possui motor elétrico e quatro rodas. Pesando 80 quilos, com dois metros de comprimento e 80 centímetros de largura, o meio de transporte tem um motor de 250 watts (legalmente, ele é uma bicicleta na Alemanha). Seus criadores acreditam que ele tenha autonomia de 50 a 100 quilômetros dependendo do tipo de terreno.



Há apenas um pequeno problema: o veículo não existe de verdade. Há apenas um único conceito fabricado até o momento, mas os criadores afirmam que o plano é construir de 30 a 40 unidades até 2017, e testá-las para saber o que usuários têm a dizer. Assim que o veículo começar a ser produzido, seus desenvolvedores estimam um custo final para usuário entre os preços padrões de uma bike elétrica (menos de US$ 9 mil).



Será que daqui a alguns anos as ruas de vários países do mundo estarão ocupadas por esse tipo de veículo? É esperar para ver.



Acesse essa notícia direto da fonte...