Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes

PLAMUS

MIX Rocha


Portal do Trânsito | Investir em formação é fundamental para a segurança de ciclistas e motociclistas, afirmam estudiosos



O trânsito não é feito de carros, ônibus, motos, bicicletas, etc. O trânsito é feito de pessoas e, para que sejamos respeitados, temos que respeitar e dar o exemplo




Data:

20/07/2016

Fonte:

Portal do Trânsito

Fonte da imagem:

Recorte digital de portaldotransito.com.br

TAGs:

transportes, motociclistas, ciclistas, bicicletas

Editoria:

Trânsito


Atualização: 20/07/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





Educação sobre o trânsito desde a escola e fortalecimento pedagógico dos centros de formação de condutores são as apostas dos especialistas



Elas são transportes sobre duas rodas e o condutor precisa de equilíbrio para conduzi-las e também estão envolvidas em graves acidentes nas áreas urbanas do país. De acordo com o Ministério da Saúde, só em 2014, foram registradas mais de 205 mil internações por acidentes de trânsito. Desse total, mais de 105 mil acidentes envolvendo bicicletas ou motocicletas, sendo que as situações com esta última representam mais de 90% dos casos.



De acordo com Raquel Holz, doutora em Engenharia de Produção e Transportes pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, um dos fatores que podem colaborar com os índices de acidentes com motocicletas é a ideia, muito comum entre a população, de que se aprende a dirigir no trânsito. “Esquecemos que o recém-habilitado não tem ainda experiência suficiente para aplicar o que aprendeu no processo de formação. E talvez este seja um dos fatores que mais contribuam para a grande participação de motociclistas nas estatísticas de acidentes de trânsito do Brasil”. Ela acrescenta que é preciso reavaliar o projeto pedagógico do processo de formação. “Aqui no Brasil, o que geralmente acontece, é que é destinado pouco tempo para a aprendizagem na primeira aula prática para conhecer os fundamentos do veículo”.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...