Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
MObfloripa | Guia

Everbike

PLAMUS

MIX Rocha

FITZZ | e-bikes


CNT | Japão prepara inovações em transporte para a Olimpíada de 2020







Data:

02/08/2016

Fonte:

CNT - Confederação Nacional do Transporte

Fonte da imagem:

Reprodução/Youtube

TAGs:

táxis, Japão, biocombustíveis, sustentabilidade, táxis autônomos

Editoria:

Transportes


Atualização: 02/08/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Maciço do Morro da Cruz poderá receber Transporte Funicular



* Estudante da UFRGS cria site com rotas de ônibus de Porto Alegre



* Ministério dos Transportes e DNIT preparados para emergências no período das chuvas



* Florianópolis deve facilitar o acesso às informações sobre o transporte público



* Futuro da mobilidade paulista passa por trilhos





Táxis autônomos e voos com novos biocombustíveis estão entre as novidades programadas



O Japão, sede da Olimpíada e da Paralimpíada de 2020, já está preparando um conjunto de inovações que serão implementadas na Vila Olímpica e no transporte de passageiros, segundo informações da revista Popular Science. 





Os projetos seguem o conceito japonês de sustentabilidade voltado à redução máxima de desperdício. Serão utilizados carros autônomos, displays holográficos além de novos tipos de propulsão veicular e de biocombustíveis na aviação.



Segundo a reportagem, de autoria de Heather Hansman, o Governo Metropolitano de Tóquio reservou US$ 367 milhões para desenvolver carros de célula de combustível de hidrogênio e estações de reabastecimento em torno dos complexos desportivos na Vila Olímpica. A ideia é que, depois dos jogos, a área se torne um bairro residencial ambientalmente amigável, já que o hidrogênio reduz o consumo de combustíveis fósseis e de emissões de poluentes. 



Quem estiver na capital japonesa também poderá ter a chance de utilizar táxis autônomos. Os veículos, conduzidos sem motorista, poderão ser chamados por meio de telefone celular. Os testes estão sendo feitos pela empresa Robot Taxi desde o ano passado, mas a tecnologia ainda precisa de ajustes. (Veja o vídeo abaixo) 



Outra novidade, até 2020, poderá ser a aplicação de novos tipos de biocombustíveis na aviação. A reportagem da Popular Science diz que empresas aéreas, como a Boeing e a All Nippon Airlines, estão investigando uma série de opções para a produção de bioquerosene, como plantas não comestíveis e até algas. De olho nesse cenário, empresas japonesas investiram em fazendas de grande escala e piscinas de cultivo de algas para produzir o material verde para alimentar todo o tráfego aéreo potencial dos jogos.



Acesse essa notícia direto da fonte...