Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
PLAMUS

MIX Rocha

Everbike

FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia


Segs | Rio de Janeiro retoma licitação de PPP de compartilhamento de carros elétricos



O modelo de compartilhamento surge como instrumento inovador para reduzir o uso privado dos veículos e incentivar mobilidade urbana mais ecológica e menos centrada no transporte individual.




Data:

03/08/2016

Fonte:

Segs

Fonte da imagem:

uveX | Pixabay

TAGs:

mobilidade urbana, compartilhamento de carros elétricos, veículos, Rio de Janeiro,

Editoria:

Transportes


Atualização: 03/08/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Maciço do Morro da Cruz poderá receber Transporte Funicular



* Estudante da UFRGS cria site com rotas de ônibus de Porto Alegre



* Ministério dos Transportes e DNIT preparados para emergências no período das chuvas



* Florianópolis deve facilitar o acesso às informações sobre o transporte público



* Futuro da mobilidade paulista passa por trilhos





Empresas disputarão contrato com a Prefeitura para implantar novo sistema de mobilidade urbana, sustentável, inteligente e com baixa emissão de carbono



A empresa vencedora da licitação selecionará o carro elétrico que será utilizado no serviço entre os vários veículos disponíveis no mercado e produzidos por montadoras como Renault, Nissan, Fiat, BMW, entre outras.



Projeto do Rio de Janeiro deverá ser replicado por diversas cidades brasileiras e promete transformar a presença de veículos elétricos no Brasil.



O projeto



No dia 20 de julho, a cidade do Rio de Janeiro retomou a licitação de um novo serviço de mobilidade para seus cidadãos e visitantes: o serviço de compartilhamento de carros elétricos. Os interessados deverão apresentar suas propostas no dia 24 de agosto, sendo o vencedor aquele que oferecer a maior outorga para o Município.



Consolidando-se como um dos municípios brasileiros com as mais relevantes experiências no campo das "smartcities" (cidades inteligentes), principalmente depois de ter iniciado projetos de revitalização da região portuária e de ter desenvolvido o mais moderno Centro de Controle Operacional do Brasil, o Rio de Janeiro lançou mais um projeto que alinha inovação, eficiência, baixo consumo de carbono, sustentabilidade e em cooperação com a iniciativa privada.



Para a prefeitura, o modelo de compartilhamento surge como instrumento inovador para reduzir o uso privado dos veículos e incentivar mobilidade urbana mais ecológica e menos centrada no transporte individual.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...