Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia

Everbike

MIX Rocha

PLAMUS


DC | A missão de gerir um novo transporte coletivo







Data:

15/08/2016

Fonte:

DC - Diário Catarinense

Fonte da imagem:

Recorte digital de dc.clicrbs.com.br

TAGs:

transporte público, ônibus, trânsito, infraestrutura, Blumenau

Editoria:

Transporte Coletivo


Atualização: 15/08/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Linhas de Canasvieiras recebem alterações em outubro



* Circulação de ônibus deve operar com frota mínima em caso de greve



* Paralisação no transporte coletivo de Florianópolis deve ser comunicada pelo menos 72 horas antes



* Nova linha executiva para o Campeche



* Projeto de Lei cria o vale-transporte social





Estações de pré-embarque sem portas, cobradores sem lugares cativos, veículos que ainda sucumbem a problemas mecânicos. Se o transporte coletivo de Blumenau fosse um paciente, estes seriam sintomas de que algo não vai bem. Seis meses e meio após o início do contrato emergencial com a empresa Piracicabana, o serviço se distanciou da imagem das traumáticas semanas iniciais, marcadas por ônibus lotados e panes no meio dos itinerários, mas ainda está longe do que a comunidade ambiciona para se deslocar no dia a dia.



O edital que vai escolher a empresa concessionária do serviço nos próximos 20 anos foi devolvido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) na última semana e agora caminha para o lançamento da licitação. Mas enganasse quem pensa que o nó do transporte coletivo será destrançado apenas com a assinatura da nova concessão. A gestão do contrato e a fiscalização das contas e do serviço serão cobranças fortes e precisarão ser pautas diárias da futura administração.



Alguns dos pré-requisitos que os blumenauenses pressionam para ter nos ônibus, de tão simples, precisam ser ditos. É o caso de quem quer apenas um lugar para se sentar. Ou então, o cumprimento de horários, capaz de fazer muitos virem na contramão dos últimos meses e trocarem o carro pelo ônibus.



Continue lendo esta notícia direto da fonte...