Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
PLAMUS

FITZZ | e-bikes

MIX Rocha

MObfloripa | Guia

Everbike


Mobilize | Máquina troca 72 latinhas por uma passagem de ônibus em SP







Data:

17/08/2016

Fonte:

Mobilize

Fonte da imagem:

Recorte digital de mobilize.org.br

TAGs:

Bilhete Único, reciclagem, São Paulo, passagem, metrô, ônibus

Editoria:

Sustentabilidade


Atualização: 17/08/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* COP 15 - Copenhagen vai disponibilizar bicicletas gratuitas para as delegações.



* SUSTENTABILIDADE: Impulse, o avião a energia solar, cruza a Suíça



* Sustentabilidade: Uma bicicleta que filtra água!



* Internacional: Oito lições estrangeiras para amadurecer o uso de veículos verdes



* Faltam 2 meses para a Hora do Planeta 2011





A start-up de soluções sustentáveis Triciclo é dona da Retorna Machine, máquina que recolhe garrafas PET e latinhas de alumínio para reciclagem e, em troca, dá créditos para serem usados na conta de luz ou no Bilhete Único.



Em menos de um ano, as 17 máquinas espalhadas por São Paulo já coletaram mais de 300 mil embalagens, totalizando cerca de quatro toneladas de garrafas PET e aproximadamente duas toneladas de alumínio. Com isso, mais de R$ 6.000 foram revertidos em bônus nas contas da AES Eletropaulo e na recarga do cartão de transporte público.



As máquinas estão instaladas em estações do metrô (Pinheiros, Faria Lima e Sé), em supermercados e em alguns prédios e estabelecimentos comerciais.



"O negócio funciona como um programa de fidelidade. O usuário se cadastra na própria máquina, no site ou no aplicativo e acumula pontos", diz o sócio Felipe Lagrotta Nassar Cury, 26.



72 latinhas ou 109 garrafas por uma passagem



Cada garrafa PET (de qualquer tamanho) vale 10 pontos, e cada latinha vale 15. A cada 100 pontos, o usuário ganha R$ 0,35 centavos de crédito no Bilhete Único ou R$ 0,27 na conta de luz. Ou seja, para ganhar o valor correspondente a uma passagem de metrô ou ônibus, que custa R$ 3,80, é necessário acumular cerca de 1.085 pontos, o que dá 72 latinhas ou 109 garrafas PET.



Há um limite diário para o acúmulo de créditos, de até dez embalagens por usuário. "Fizemos isso para evitar que uma única pessoa usasse toda a capacidade da máquina. O que for colocado acima do limite é convertido em crédito para ONGs [organizações não-governamentais]. Assim, damos mais um benefício social."



Continue lendo esta notícia direto da fonte...