Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

MIX Rocha

PLAMUS

MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes


PMF | Semana do Trânsito é celebrada na Capital







Data:

18/09/2016

Fonte:

Prefeitura de Florianópolis

Fonte da imagem:

Divulgação

TAGs:

Semana Nacional do Trânsito, Florianópolis, Rede Vida no Trânsito,

Editoria:

Trânsito


Atualização: 18/09/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





Rede Vida no Trânsito organiza eventos e divulga programação



A Semana Nacional do Trânsito, de 18 a 25 de setembro, será comemorada em Florianópolis com uma série de atividades promovidas pelas instituições participantes da Rede Vida no Trânsito. Serão realizados diversos eventos e ações alusivos à data, como caminhadas, passeios ciclísticos, palestras, seminários e abordagens educativas.



A abertura da Semana Nacional do Trânsito será marcada pela afixação de 55 cruzes no canteiro central da avenida Gustavo Richard, no centro da Capital, entre 6 e 8 hotas na próxima segunda-feira (19). Na ocasião, será realizada abordagem educativa dos motoristas – que se repetirá entre 17 e 19 horas neste mesmo dia e também no dia 23.



A avenida Gustavo Richard foi escolhida por ser um dos pontos onde mais acontecem desastres de trânsito em Florianópolis. Entre 2013 e 2015, 13 óbitos foram registrados em decorrência de acidentes ocorridos naquele local. As cruzes simbolizarão o total de mortes provocadas por desastres de trânsito em Florianópolis, em 2015.



Vítimas

De acordo com o Grupo de Informação da Rede Vida no Trânsito, os homens eram maioria dentre essas vítimas (85,5%), e metade delas tinha menos de 32 anos. Os registros apontam que, dos 54 desastres corridos, a maior parte envolveu motocicletas (38,2%), seguida por carros (21,8%) e bicicletas (12,7%). Os atropelamentos representaram os outros 27,8% das ocorrências.



A análise demonstra que 79,6% dos desastres ocorreram entre os meses de março e outubro e que a maioria (53,7%) ocorreu à noite. Quase a metade (44,4%) aconteceu nos finais de semana. Dentre os fatores de risco associados aos desastres, tanto em relação às vítimas quanto aos envolvidos, estiveram: excesso de velocidade (44,4%), álcool (42,6%), infraestrutura (37%), condições climáticas (16,7%), drogas ilícitas (14,8%), fadiga (13%), falta de habilitação (9,3%) e distração (5,6%).



A apresentação de cases bem-sucedidos sobre Educação no Trânsito fará parte do evento organizado pelo SEST/SENAT para os dias 20 e 21. Serão 14 painéis, de 30 minutos cada, com a divulgação das ações que têm sido desenvolvidas nessa área por órgãos públicos, empresas e entidades da sociedade civil organizada.



No dia 21 de setembro, das 13h30 às 17h30, também será realizado o Seminário Trânsito e Mobilidade: os desafios para a sociedade, organizado pela Comissão de Transportes e Mobilidade Urbana da OAB/SC. O evento contará com as palestras "Monitoramento dos Desastres de Trânsito com Vítimas Fatais em Florianópolis", por Maria Francisca dos Santos Daussy, enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis, que responde atualmente pela secretaria geral da Rede Vida no Trânsito; "Integração do Transporte Público Coletivo na Região Metropolitana da Grande Florianópolis", por Werner Kraus Junior, professor do Departamento de Automação e Sistemas da UFSC, atual coordenador do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC; “O Estatuto da Metrópole e o Novo Arranjo Metropolitano”, por Guilherme Medeiros, engenheiro civil, coordenador do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus) e membro titular do Comitê da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis; e “A Educação e a Fiscalização como condicionantes das melhorias do Trânsito e Mobilidade”, por Antônio de Arruda Lima, advogado e consultor jurídico, presidente da Comissão de Transportes e Mobilidade Urbana da OAB/SC e membro titular do Comitê da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis. No final da tarde, será realizada a palestra “A mobilidade urbana na UFSC e no seu entorno”, organizado pelo Observatório da Mobilidade Urbana, às 18h30, na UFSC.



No dia 22 de setembro – quando é celebrado o Dia Mundial sem Carro – Florianópolis terá reforçada a frota de ônibus do transporte coletivo, que fará viagens extras para incentivar a população a deixar o carro em casa. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana. Às 16h, acontecerá um passeio ciclístico em prol da criação do “Anel Cicloviário”, com saída da avenida Beiramar Norte, organizado pela Ritmos das Cidades. E, às 19h, dezenas de ciclistas partirão da pista de skate da Trindade na “Pedalada” organizada pelo Movimento Livre dos Ciclistas.



No sábado, dia 24, duas grandes atividades irão marcar o encerramento das atividades da Semana Nacional do Trânsito: o Circuito Sesc de Caminhadas na Natureza, na Praia dos Açores; e o II Movimento Floripa de Bicicleta, no Parque de Coqueiros. Para participar da caminhada é preciso se inscrever até o dia 22, pelo site www.ticketagora.com.br, ou até o dia 23 Central de Relacionamento como Cliente do Sesc da Prainha. A inscrição custa R$ 10,00 (sendo R$ 5,00 para comerciários) e dá direito a um kit com camiseta do evento, copo ecológico, caderneta da ANDA BRASIL e uma barra de cereal. A entrega dos kits iniciará às 8h, junto ao posto de salva vidas da praia dos Açores, com apresentação da intervenção cultural "Chuva de Poemas". A caminhada terá início às 9h com retorno previsto para as 11h, quando acontecerá a apresentação do Boi de Mamão do Pantanal.



O II Movimento Floripa de Bicicleta será realizado das 9h às 12h e contará com diversas atrações, como rodas de conversa sobre a bicicleta como transporte, atividades de esporte e lazer, exposição de bicicletas antigas, bike fit, food bike, escolinha bike. Essa ação é organizada, em parceria, por ViaCiclo, Bicicleta na Escola, Bike Anjo, Pedaleirax, Pedal Nativo, Sinalização Cidadã, Pedala Mais e Rede Vida no Trânsito.



Durante a Semana Nacional do Trânsito, a Rede Vida no Trânsito compartilhará, oficialmente, o Boletim da Rede Vida no Trânsito: Monitoramento dos Desastres de Trânsito com Vítimas Fatais em Florianópolis/SC – Ano I – nº 1 - Setembro, 2016 para autoridades gestoras: Governador do Estado de Santa Catarina, Prefeito de Florianópolis, Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina e Presidente da Câmara de Vereadores de Florianópolis. E, também, será formalizada a entrega de Cartas Oficiais de definição de prioridades para o desenvolvimento da mobilidade urbana, da acessibilidade e da segurança no trânsito em Florianópolis aos candidatos à prefeitura da Capital. São três diferentes documentos, assinados pelo Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC, ViaCiclo e Rede Vida no Trânsito – o qual apresenta as propostas construídas nos seminários da Rede Vida no Trânsito e da Rede Semear Floripa.



Confira a programação completa...