Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
FITZZ | e-bikes

MObfloripa | Guia

PLAMUS

MIX Rocha

Everbike


Vá de Bike | OMS reúne vídeos de campanhas de segurança no trânsito em biblioteca online







Data:

10/10/2016

Fonte:

Vá de Bike

Fonte da imagem:

Recorte digital de vadebike.org

TAGs:

segurança viária, velocidade, OMS, leis de trânsito, transportes

Editoria:

Trânsito


Atualização: 10/10/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





Algumas das mais impactantes campanhas publicitárias contra a imprudência e violência no trânsito foram compiladas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em uma biblioteca online. O site contém cerca de 58 vídeos em diferentes línguas, como inglês, espanhol, tcheco, russo, português, entre outras, com o propósito de encorajar e inspirar aqueles que desenvolvem esse tipo de iniciativa, além de aumentar a consciência do público a respeito de leis de trânsito e criar um estímulo para que sejam respeitadas. No mundo, mais de 1,2 milhão de pessoas morrem anualmente em incidentes envolvendo meios de transporte e mais de 50 milhões ficam feridas em diferentes gravidades.



Algumas das campanhas veiculadas são visualmente impressionantes e não economizam em cenas de trauma, como as desenvolvidas pela Comissão de Acidentes de Transporte (TAC), da Austrália. Um dos exemplos é o vídeo “10 km/h a menos” (veja vídeo abaixo), que mostra em detalhes as consequências de um impacto contra um pedestre, explicadas por um médico, e a diferença que faz se esse impacto ocorrer em uma velocidade menor. O objetivo é explicar que não importa se o pedestre está desatento: se o objetivo é evitar mortes, o excesso de velocidade deve ser combatido.





Continue lendo esta notícia direto da fonte...