Busca por Ônibus em Florianópolis



 Buscar  
 Buscar

Parceiros:


  
Everbike

MIX Rocha

PLAMUS

MObfloripa | Guia

FITZZ | e-bikes


Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito







Data:

09/11/2016

Fonte:

Rede Vida no Trânsito

Fonte da imagem:

Divulgação | Rede Vida no Trânsito

TAGs:

vítimas de trânsito, Florianópolis, Rede Vida no Trânsito

Editoria:

Trânsito


Atualização: 09/11/2016



 

imprimir artigo



 

enviar por e-mail



Share/Bookmark

Leia também...

* Trânsito do Centro da Capital sofre alterações nesta segunda quinzena de outubro.



* Código de trânsito pode ficar mais severo



* Experimente fazer o teste de mitos do trânsito proposto pelo G1



* TRÂNSITO: Novembro tem curso do DENATRAN em São José



* TRÂNSITO: Prefeitura discute com entidades a revitalização da Edu Vieira





O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito, instituído em 2005 (Resolução A/60/5/2005), em Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas - ONU, é comemorado em todo o mundo no terceiro domingo de novembro. O objetivo é a realização de um dia reflexivo, em torno das vítimas dos desastres de trânsito, resultando também em uma oportunidade de se prestar solidariedade aos familiares, amigos e todos aqueles que sofreram com a perda de entes queridos. As ações realizadas nesta data buscam sensibilizar a sociedade e órgãos públicos para a importância de assumir o compromisso com a segurança viária.



Neste ano, em 17 e 20 de novembro, Florianópolis contará com ações promovidas pela Rede Vida no Trânsito (RVT) em parceria com a Ordem de Advogados do Brasil - OAB-SC, a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana - SUDERF e o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. Para promover reflexões em torno da segurança viária, a programação incluirá, no dia 17, o seminário “Trânsito e mobilidade e os desafios para a sociedade”, realizado no auditório da OAB-SC e no dia 20, serão realizadas abordagens educativas no Parque de Coqueiros, a caminhada pela Segurança Viária e a Missa em Memória às Vítimas de Trânsito, na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, localizada no bairro de Coqueiros.



No Brasil, anualmente morrem em consequência dos desastres de trânsito cerca de 43 mil pessoas. Este número é ainda agravado pelas mais de 500 mil vítimas de desastres com sequelas graves e invalidez permanente (Boletim Ano 5 vol. 4, DPVAT, 2015). Em Florianópolis, entre 2013 e 2015, foram registradas 192 mortes. Dentre os fatores de risco associados aos desastres ocorridos neste período, destacaram-se em primeiro lugar o álcool e direção seguido de infraestrutura e excesso de velocidade. Os números levantados pela Rede Vida no Trânsito deixam claro que os desastres de trânsito são um problema de saúde pública com prioridade máxima de prevenção.



A ONU proclamou, em 2010, a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, com vigência entre 2011 e 2020, a fim de estimular a reversão da tendência crescente dos desastres no trânsito. Nesta década os governos de todo o mundo se comprometem a tomar medidas para prevenir os desastres no trânsito, diminuindo assim fatalidades e sequelas. Nesta perspectiva, foi lançada a Rede Vida no Trânsito (RVT)* que tem como desafio desenvolver ações que contribuam para a redução das mortes no trânsito em Florianópolis.



A RVT tem atuado sistematicamente por meio da mobilização de pessoas, entidades, órgãos governamentais e outras organizações para fomentar ações que contribuam com o compromisso de buscar uma mobilidade sustentável e segurança viária. Dentre as ações primordiais, com impacto positivo na proteção das vidas, encontram-se a fiscalização sistemática, a melhoria da infraestrutura e educação da população.



Convidamos para participar das atividades do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito - Um dia dedicado à memória das milhões de pessoas feridas ou que perderam a vida em decorrência de desastres de trânsito.



PROGRAMAÇÃO

Quinta-feira: 17 de novembro de 2016 | 18h00

Seminário: Trânsito e Mobilidade e os desafios para a sociedade

Local: Auditório da OAB/SC

Palestra 1: Monitoramento dos Desastres de Trânsito com Vítimas Fatais em Florianópolis, com: Maria Francisca dos Santos Daussy, da Rede Vida no Trânsito.



Palestra 2: Integração do Transporte Coletivo na Região Metropolitana da Grande Florianópolis, com o Professor Werner Kraus Júnior, do Observatório da Mobilidade UFSC.



Palestra 3: O Estatuto da Metrópole e o Novo Arranjo Metropolitano, com o Engenheiro Civil, Guilherme Medeiros, da SUDERF.



Palestra 4: A Educação e a Fiscalização como condicionantes das melhorias do Trânsito e Mobilidade, com o Advogado Antonio de Arruda Lima, da OAB-SC.



Informações e inscrições: Evento gratuito!

www.oab-sc.org.br/cursos-eventos/2016/11/17/comissoes-transito-e-mobilidade-os-desafios-para-sociedade/2814



Domingo: 20 de novembro de 2016

16h00: Abertura do Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito Local: Parque de Coqueiros | R. Cap. Euclídes de Castro, 188 - Coqueiros Cerimonial de abertura e assinaturas do Painel dedicado a Memória às vítimas de trânsito – Familiares e amigos são convidados a escrever homenagens e nomes das vítimas. O evento também contará com tendas para distribuição de materiais informativos e educativos.



18h00: Caminhada pela Segurança Viária

Local: Av. Engenheiro Max de Souza – Coqueiros.

Saída do Parque de Coqueiros em direção a Paróquia Nossa Senhora do Carmo.

Solicitado aos participantes que levem velas e/ou flores



19h00: Missa em Memória às Vítimas do Trânsito

Local: Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Rua Prof. Bayer Filho, 81 – Coqueiros

Informações: vitimadetransito@icetran.com.br



Promoção: Rede Vida no Trânsito

Contato da Secretaria Executiva: vigipromocaodasaude@gmail.com



* São parceiros integrantes da RVT: Associação dos Motociclistas (AMO), Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (VIACICLO/UCB), Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF), Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (AFLODEF), Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC), Associação de Moradores e Amigos do Carianos (AMOCAR), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Câmara de Vereadores, Conselho Municipal de Saúde (CMS), Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Infraestrutura (DEINFRA), Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Faculdade Anhanguera, Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina (FETRANCESC), Hospital Florianópolis (HF), Hospital Governador Celso Ramos (HGCR), Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago (HU), Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte (ICETRAN), Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICOM), Instituto Geral de Perícias (IGP), Instituto Médico Legal (IML), Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), Laboratório de Transportes e Logística (Labtrans UFSC) , Ministério Público, Moto Repórter, Núcleo de Estudos de Acidentes de Tráfego, Trabalho, Fogo, Resgate e Saúde (Natsaúde UFSC), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), OAB Cidadã, Observatório da Mobilidade Urbana- UFSC, ONGs Floripa Acessível, Manos do Asfalto, MObfloripa & ZAPTA – Cidades em Movimento, Pró-Bici, Ritmos das Cidades, Polícia Militar (PMSC), Polícia Militar Rodoviária (PMRE), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF), SAMU (Estadual e Municipal), Secretaria de Estado da Saúde Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC), Secretaria Municiais: de Planejamento; Orçamento e Gestão; de Educação; de Obras; da Saúde; Segurança e Gestão do Trânsito (Guarda Municipal de Florianópolis); Mobilidade, Serviço Social do Comércio (SESC), Serviço Social do Transporte e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT), Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT/SC), Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), estudantes acadêmicos e membros da comunidade.